A evolução das lentes intra-oculares

 

Uma alteração ocular em geral relacionada ao envelhecimento, é a catarata, na qual o cristalino, a lente natural do olho, perde a transparência, causando embaçamento da visão e reduzindo a nitidez das cores.

Quando a catarata chega a um estágio em que compromete o dia a dia de uma pessoa, deve-se considerar o tratamento cirúrgico. A cirurgia de catarata é um dos procedimentos mais realizados em todo o mundo, permitindo a recuperação da visão e podendo também diminuir a dependência em relação ao uso de óculos.

A cirurgia de catarata é uma microcirurgia, portanto realizada ao microscópio, que utiliza equipamentos de alta tecnologia. Na técnica denominada facoemulsificação, instrumentos miniaturizados são introduzidos no olho através de incisões cada vez menores. O cristalino opaco é então fragmentado e aspirado seguindo uma técnica sofisticada que tem evoluído permanentemente.

Lente intra-ocular

A remoção da catarata é só uma etapa da cirurgia. Para recuperação da visão é necessário implantar uma lente que substitua o cristalino e permita a focalização das imagens. As lentes intra-oculares estão disponíveis em diversos materiais e modelos e variam de acordo com fabricante.

Em constante evolução, as lentes intra-oculares hoje utilizadas estão disponíveis em acrílico, com filtro UV e são dobráveis. Implantada através de uma pequena incisão, uma vez dentro do olho a lente é posicionada no espaço adequado onde assume sua forma final. As pequenas incisões e o desenvolvimento das lentes que podem ser inseridas no olho ainda dobradas, estabeleceram um novo padrão da cirurgia de catarata, permitindo a realização de cirurgias sem o uso de sutura ou ponto para fechamento da incisão.

As lentes intra-oculares permitem a correção de graus eventualmente existentes antes do aparecimetno da catarata- miopia ou hipermetropia. Um avanço significativo foi o desenvolvimento das lentes que também corrigem o astigmatismo: as chamadas lentes tóricas. O uso destas lentes ampliou a possibilidade de correção, diminuindo a dependencia de óculos após a cirurgia de catarata

As lentes multifocais encontram-se no topo da evolução das lentes intra-oculares. Desenvolvidas para se comportarem como um cristalino artificial, proporcionam visão de qualidade a distancias variáveis: perto, para leitura, longe e média distância, sendo sua utilização cada vez maior na cirurgia de catarata. 


Qualidade de vida

O implante das lentes multifocais pode permitir a realização das atividades cotidianas, como ler um livro, menu de restaurante, dirigir ou praticar esportes, sem a dependência do uso de óculos.
Estudos clínicos têm demonstrado que a maioria dos pacientes que implantaram este tipo de lente deixaram de utilizar óculos em suas atividades diárias. O filtro amarelo utilizado na lente, proporciona proteção contras os efeitos nocivos da radiação ultravioleta e da luz azul, potencialmente prejudiciais à visão.

A utilização deste tipo de implante, bem como os riscos e benefícios da cirurgia de catarata, deve ser discutida com o oftalmologista.