Daltonismo

O daltonismo não é uma forma de cegueira, mas sim uma deficiência na maneira como você vê as cores. Se você for daltônico, terá dificuldade em distinguir certas cores, como azul e amarelo ou vermelho e verde.

O daltonismo (ou, mais precisamente, deficiência na visão das cores) é uma doença hereditária que afeta mais os homens do que as mulheres. A deficiência de cor vermelho-verde é a forma mais comum de daltonismo.

Sinais e sintomas

Você tem dificuldade em dizer se as cores são azul e amarelo ou vermelho e verde? Outras pessoas às vezes informam que a cor que você pensa que está vendo está errada?

Nesse caso, esses são os principais sinais de que você tem deficiência na visão de cores.

Ao contrário da crença popular, é raro um daltônico enxergar apenas em tons de cinza.

A maioria das pessoas que são consideradas “daltônicas” pode ver as cores, mas certas cores aparecem desbotadas e são facilmente confundidas com outras cores, dependendo do tipo de deficiência visual das cores que têm.

O que causa daltonismo?

O daltonismo ocorre quando as células sensíveis à luz na retina não respondem adequadamente às variações nos comprimentos de onda da luz que permitem às pessoas enxergarem uma variedade de cores.

Outras causas de defeitos ou perda de visão de cores incluem:

Doença de Parkinson: Como a doença de Parkinson é um distúrbio neurológico, as células nervosas fotossensíveis na retina, onde ocorre o processamento da visão, podem ser danificadas e podem não funcionar adequadamente.

Catarata: A opacificação do cristalino (lente natural do olho) que ocorre com a catarata pode “desbotar” a visão colorida, tornando-a muito menos brilhante. Felizmente, a cirurgia de catarata pode restaurar a visão de cores brilhantes quando a lente natural turva é removida e substituída por uma lente intraocular artificial.

Certos medicamentos: Por exemplo, um medicamento anticonvulsivo chamado tiagabina demonstrou reduzir a visão das cores em cerca de 41% das pessoas que o tomam, embora os efeitos não pareçam ser permanentes.

Neuropatia óptica hereditária de Leber (LHON): Este tipo de neuropatia óptica hereditária pode reduzir a visão das cores vermelho-verdes.

Síndrome de Kallman: Esta condição hereditária envolve insuficiência da glândula pituitária, o que pode levar ao desenvolvimento incompleto ou incomum relacionado ao gênero, como dos órgãos sexuais. O daltonismo pode ser um sintoma dessa condição.

O daltonismo também pode ocorrer quando os processos de envelhecimento danificam as células da retina. Uma lesão ou danos em áreas do cérebro onde ocorre o processamento da visão pode também causar deficiências na visão de cores.

Tratamento

Não há cura para o daltonismo. Mas algumas estratégias de enfrentamento podem ajudá-lo viver melhor em um mundo voltado para as cores.

A maioria das pessoas consegue se adaptar às deficiências da visão de cores sem muitos problemas. Mas algumas profissões, como design gráfico e ocupações que exigem o manuseio de várias cores de fiação elétrica, por exemplo, dependem da percepção precisa das cores.

Se perceber desde cedo que é daltônico, você pode escolher uma carreira que não exija percepção precisa das cores.

Diagnosticar precocemente a deficiência da visão de cores também pode prevenir problemas de aprendizagem durante os anos escolares, principalmente porque muitos materiais de aprendizagem dependem fortemente da percepção das cores.

Se seu filho tem deficiência da visão de cores, converse com seus professores sobre isso, para que eles possam planejar suas aulas e apresentações de acordo.

Lentes para daltônicos

Algumas pessoas usam lentes especiais para melhorar a percepção das cores. As lentes coloridas nos óculos para daltonismo incluem tecnologia de filtragem de luz capaz de proporcionar às pessoas a capacidade de ver o amplo espectro de cores brilhantes.

Se você tem deficiência na visão das cores, consulte um oftalmologista perto de você para discutir se estes óculos são uma boa escolha para você.

Open chat