Uveíte

A uveíte é uma forma de inflamação intraocular que afeta uma camada intermediária chamada de úvea, parte do olho formada pela íris, corpo ciliar e coroide, resultando em olho vermelho, sensibilidade à luz e visão embaçada, e pode acontecer como consequência de doenças autoimune ou infecciosas, como artrite reumatoide, sarcoidose, sífilis, hanseníase e oncocercose.

Sintomas
Os sinais, sintomas e características da uveíte podem incluir:

  • Vermelhidão dos olhos
  • Dor nos olhos
  • Sensibilidade à luz
  • Visão embaçada
  • Pontos escuros flutuantes em seu campo de visão (moscas volantes)
  • Visão diminuída

Os sintomas podem ocorrer de repente e piorar rapidamente, embora em alguns casos, eles se desenvolvam gradualmente. A condição pode afetar um ou ambos os olhos e pode atingir pessoas de todas as idades, até mesmo crianças.

A uveíte pode ser grave, levando à perda permanente da visão. O diagnóstico e o tratamento precoces são importantes para prevenir complicações e preservar sua visão.

Quando os sintomas da uveíte duram algumas semanas ou poucos meses e depois desaparecem, a condição é classificada como aguda, no entanto, quando os sintomas se prolongam por vários meses ou anos e não há o desaparecimento completo dos sintomas, é classificada em uveíte crônica.

Causas
As causas podem ser de origem infeciosa (bactérias, fungos, vírus e protozoários), autoimunes ou idiopática (causa desconhecida). A uveíte é uma doença ocular geralmente isolada, mas que pode estar relacionada com outras doenças sistémicas.

Causas não infeciosas ou autoimunes
Há várias doenças autoimunes, geralmente, relacionadas com a inflamação da úvea:

    • Doença de Behçet;
    • Iridociclite heterocrómica de Fuchs;
    • Granulomatose com poliangeíte;
    • HLA-B27 uveíte relacionado;
    • Artrite idiopática juvenil;
    • Sarcoidose;
    • Espondilo-artrite;
    • Oftalmia simpática;
    • Nefrite túbulo-intersticial e síndrome de uveíte.

Causas infeciosas
A uveíte pode ser uma resposta imune ao combate de infeções no interior do olho. Embora represente uma minoria dos doentes com uveíte, estas infeções podem incluir:

    • Brucelose;
    • Leptospirose;
    • Doença de Lyme;
    • Síndrome de histoplasmose ocular presumida;
    • Sífilis;
    • Toxocaríase;
    • Toxoplasmose;
    • Tuberculose.

Fatores de risco

  • Predisposição genética: Pessoas com alterações em certos genes podem ter maior probabilidade de desenvolver a doença;
  • Contrair uma infeção: Uma série de infeções, como a toxoplasmose, tuberculose, herpes, sífilis, entre outras podem aumentar o risco de contrair uveíte;
  • Existência de doença autoimune ou inflamatória: Este tipo de doenças, como por exemplo doença de Behcet, espondilite anquilosante, sarcoidose, artrite psoriática, doença de Crohn, entre outras;
  • Histórico de lesão ocular: Trauma ocular também é um dos fatores que pode causar uveíte. É inclusive possível desenvolver uveíte no olho que não foi traumatizado.

Complicações
Se não for tratada, a uveíte pode causar complicações, incluindo:

  • Edema macular
  • Cicatriz na retina
  • Glaucoma
  • Catarata
  • Dano do nervo óptico
  • Descolamento da retina
  • Perda de visão permanente

Tratamento da uveíte
O tratamento da uveíte faz-se, na maioria dos casos, através de corticoides, cicloplégicos, imunossupressores e anti-inflamatórios não esteroides.

Open chat