Moscas Volantes

O que provoca as moscas volantes?

A princípio as “moscas volantes”, pequenas manchas ou nuvens movimentando-se dentro do campo de visão, não costumam ser motivo de muitas preocupações, porém existe um risco associado, que é o da ocorrência de fragilidades na retina.

Uma causa comum de moscas volantes é o descolamento do vítreo posterior, o qual pode ocorrer como um processo degenerativo relacionado ao processo de envelhecimento. Este descolamento acontece com maior frequência nas pessoas míopes, nos pacientes submetidos à cirurgia de catarata ou à aplicação de laser YAG após cirurgia de catarata, e naqueles que sofreram algum tipo de inflamação ocular.

Quais são os seus principais sintomas?

A principal queixa dos pacientes que possuem descolamento de vítreo é o aumento súbito do número de moscas volantes e de flashes de luz (fotopsia) no campo visual. Outro sintoma frequentemente citado é a sensação de que os olhos estão mais “pesados”.

O que pode ser feito com as moscas volantes?

Em geral, as moscas volantes não necessitam de tratamento. Algumas delas podem permanecer no campo de visão, porém muitas diminuem ou desaparecem com o tempo, deixando de incomodar. Nos casos de opacidades densas, causando grande desconforto ou comprometimento da visão, a remoção das opacidades vítreas por meio de procedimento cirúrgico pode ser considerada.

Também, nos casos em que o descolamento do vítreo vier a causar alguma lesão da retina, o oftalmologista orientará o tratamento que poderá consistir na aplicação de laser para bloqueio da lesão. Nas situações de maior gravidade, que tenham evoluído para um descolamento de retina, o tratamento possivelmente será uma cirurgia a ser realizada o mais rápido possível para evitar um maior comprometimento da visão.

Open chat